sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Tem uma CISCO no meu olho!!!

Pois é agora o problema que temos é de Cisco! Sonegacao nao eh soh de brasileiros. Os paises que apontam os dedos para os latrina-americanos e discutem a corrupcao podem se defender: a Cisco errou e errou feio.

Eh interessante como se fere suscetibilidades neste universo corporativo. Lecionei ontem para um amigo em sua aula de graduacao pois ele precisou fazer outra coisa e, quando comentava o impacto de tais acoes dentro da opiniao publica, exclamei que "mesmo as empresas que compram estes equipamentos poderiam ter seus nomes queimados por cumplicidade" ja que estas com ceretza estranhariam o esquema e os precos praticados.Um jovem aluno se levantou para discordar pois "por exemplo, minha empresa compra da Cisco e naum tem nada a ver com isto."

Claro que ela naum eh a culpada indireta pela picaretagem mas estava dizendo que ela poderia, em algum mmento, ser queimada por participar de negocios com a empresa...Mas o interessante eh a falta de entendimento nas conjuncoes. Citei "Cisco"+"empresa compradora" = "POSSIBILIDADE de ser PERCEBIDA como cumplice". Mas as palavras-chaves foram "Cisco", "Compradora" e "Cumplice"... interessante neh? Parece que verbos (acao) estao "out"... a individualidade e a singularidade esta tao pesada na cabeca dos outros que os complementos naum foram notados.

Pior que o esquema (que deve se repetir em mais de mil empresas iguais) eh a mentalidade do naum-vi-nada e nem-me-interessa. Pq, depois, quando a PF cai em cima, vem as fleumas tipo a dos jornais de hj onde a Cisco da nota de que suas operacoes saum legais. Ha citacoes de tramites e legislacoes pela qual a empresa faz negocios (de outros paises). E a soberania e autonomia nacional? E a obediencia as leis DESTE mercado?A maior fraude desta situacao eh a de carater.

Carater fraudulento pois imaginamos que pelo menos quem vem de fora tem que seguir as regras internas. Vc sabia que hj existem mts empresas que se colocam como "socialmente e ecologicamente responsaveis" mas que buscam com este discurso "diminuir a intervencao nociva e ineficiente do estado no livre comercio"?A existencia de um modelo ruim naum valida a troca poroutro que naum deu provas de ser melhor. Vide o Governo Lula, panaceia dos pobres. FHLuloso 2 - A Missao.

Ninguem sabe o que grandes corporacoes fariam caso tivessem lassez-faire, lassez-passe. Eu nem quero saber. Mas deveriamos saber que qualquer um sem controle ou regra pode sair da linha.Vamos ver se a Cisco Systems, empresa norte-americana, vai aprender a respeitar o que existe por aqui seja do jeito que eh.

Tomara que as multas sejam grandes e gordas e se repliquem para as outras empresas investigadas. Todos nos que ja vimos estas falcatruas deveriamos fazer como o fiscal que entregou seus "colegas de trabalho"...tirar o CISCO do olho!

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

O que o psicopata da guarita e o Piauí tem em comum?

Quem leu os jornais nesta semana, viu que um "porteiro" (deve ser do Hades) matou uma avalista imobiliária de 24 anos, jogou na cisterna de sua guarita em edifício que trabalhava, passou a usar seu carro e seus cartões de crédito. Quando foi pego, não relatou imediatamente onde havia colocado o corpo e ficou "incentivando"os policiais a procurarem mais. O caso do desaparecimento só se resolveu 24 dias depois. Outras mulheres apareceram acusando de roubo seguido de estupro.



Em outra reportagem mais "amena", o (infeliz) presidente da Philips - que preside o Movimento "Cansei" - faz uma declaração que deprecia o poderoso estado do Piauí. Falam, no Piauí, de boicote aos produtos da empresa além da declaração do governador do estado de que o referido CEO não deve conhecer bem o Piauí. Para quem não sabe tem um calor de rachar, caatinga a perder de vista, o 23o PIB do país, a 27o dstribuição de renda, é 18o em mortalidade infantil, 24o lugar em expecativa de vida e 26o em analfabetismo. Claro, você tem que contar com uma população de APENAS 3 milhões de habitantes.





Você conhece o Piauí? Estive lá por uma semana e me lembro dele quando quero me sentir deprimido, achando que minha vida é uma ralação. Depois que me lembro do "Great State of Piauistan" me sinto melhor na minha realidade classe média-baixa. Penso que o presidente do "Cansei" - um movimento ativo-boiola de indignação (pois com este nome não vai pegar) - deve conhecer o Piauí melhor nós e que o Wellington Morais e deve estar pensando (mas não vai abrir a boca nem a pau!) "Estou me f... para o boicote dos meus produtos no Piaueca!". Afinal, quem conhece Jucas Chaves, o menestrel brasileiro, sabe os versinhos...



Em Teresina, o governo é o principal pagador de salários e na época do Mão-Santa atrasava. Não parece haver nada de produtivo no meio da cidade. Nada produtivo como nosso psicopata da guarita. O que se faz com um mulambo deste que rouba e mata estrangulando uma mulher indefesa. É nesta hora que me vem a cabeça uma idéia genial. Tornar o Piauí produtivo. Por que não pagar para este fabuloso estado para manter prisões enfiadas no meio do cerrado, longe dos grandes centros urbanos, torre celulares, população consumista e apoio o externo de colegas de trabalho?



Penso que temos uma ótima solução para o excedente de presos nas cadeias. Terra seca + Mão-de-obra excedente + Métodos manuais de prospecção de água = Produtividade e Utilidade. Direitos humanos? Sim! Direitos e esquerdos, ambos com mãos em pás e picaretas, cavando buracos e trincheiras. Gasta-se energia que seria utilizada para proveitosos motins, fugas e outras formas de expressão populares mas seria um preço a se pagar já que cansaríamos nossa "população penitenciária" gerando ótimas e compridas noites de sono.



Isto fora o "Programa de Re-Aproveitamento de Órgãos". O que é isso? Nada de mais além de uma grande solução para que nossos amigos de crimes hediondos pagassem aquilo que é impagável. Como funciona? É só eleger os candidatos para o programa: criminosos hediondos, alto nível de periculosidade, etc. Depois, faz-se uma bateria de exames.



Estão todos bem, sem doenças incuráveis ou com alto grau de comprometimento de órgãos? Estes automaticamente se tornam doadores universais de órgãos para sanar o problema de uma longa lista de pessoas de bem que precisam. Veja como seria útil nosso psicopata da guarita. Um coração, dois pulmões, dois rins, duas córnias, tecido dérmico e ósseo sem falar de uns 4 litros de sangue reaproveitável.



É só esperar o falecimento. E não preciso nem falar em pena de morte para forçar a barra. A livre iniciativa vai se incubir de fornecer material rápido nas faixas de idade necessárias e em tempo hábil. Que melhor destino para alguém que arranca uma vida da existência do que ela prover sustento para várias outras?

Acha radical? Também acho! A raiz da impunidade é atacada e o medo, se não se instaura, pelo menos gera uma solucão para o injustiçado estado que mais absorve orçamento federal que gera e para os "cidadãos" que não tem se recuperado nas instâncias penitenciárias.

Antítese feminina - Duas Mulheres, Duas Histórias

Estava hoje no jornal Global a matéria destas duas senhoras, ambas na mesma página. De um lado, a amante parlamentar (mãe de filhos, por favor) e do outro outra mãe de filhos que ralou para alcançar sua posição (de maneira honesta, sem trocadilhos).

A amante parlamentar aparece em foto de CPI relatando, risonha, que chegou a receber mais de 400MIL do generoso político que manteve, com ela uma posição de centro-liberal. Como boa (sem trocadilho) jornalista, nossa amante parlamentar sente-se feliz em mostrar seu "furo" de reportagem à mídia masculina de cunho fotográfico artístico. Do outro lado, Dona Chifronia deve adorar ler sobre estas elucidativas notícias que demonstram as coalisões de seu marido.

Logo abaixo da foto da sorridente jornalista, segue uma reportagem sobre a "vaselina" governamental que quer decidir entubar os "funcionários públicos terceirizados" goela abaixo os órgãos que os contrataram, sem concurso e com estabilidade de emprego. Na foto aparece mais uma boa (no sentido e correta) brasileira que se indigna com a possibilidade pois, declara que é um desrespeito com aqueles que se esforçam para entrar em concursos.

Retrato do Brasil. Duas mulheres, novas, com graduação, com filhos. Uma decide por uma via decente, rala e conquista. Outra vai pelo caminho fácil e ainda vai papar um dindim, aproveitando a exposição pública (já que a exposição privé já deu que tinha que dar) para ganhar um didim no "ensaio fotográfico". Você acha que a nossa jornalista é a única? Mais fácil usurpar que conquistar. Esta é a mensagem da semana. Mais fácil deitar que levantar. Mais fácil absorver fluido que exalar fluido.

O que você prefere?

quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Burguesia é um estado de espírito!

Caraca!

Fui em uma aula de preparação pra GMAT (não sabe o que é? Dê uma olhada em www.gmac.com) e tive aula de inglês junto à um cara que é bem safo. Já está muito bem nos simulados e estuda na tranqüilidade pois a família tem "posses".

Comecei a aula quebrando o gelo e comentando que não vejo a hora de me desintegrar desta terra e ir para fora (qualquer lugar do 1o mundo) fazer minha pós pois pra quem vive de salário aqui nesta terra (principalmente horista como eu) tá Flórida!

Eis que a pérola sai da boca do mancebo: "PÔ, mas aqui tem lugar maneiro para viver."

Na condição dele não diria outra coisa... construção civil é a brincadeira da família, o Miguelito não ralou para construir. Não quer dizer que não trabalhe pois até trabalha mas pegar o treco montado é mole. Quero ver tirar esta onda, duro...

Foi ai que o professor meio que abriu a boca: Onde é que vc mora? Vc consegue viver bem aqui na Barra com R$ 4000? Resposta: "É, 4000 não dá não!"

Amigo... se eu ganhasse 4MIL bruto, estaria ganhando mais e vivendo melhor do que vivo hoje. O papo chegou à um nível tão surreal que eu calei a boca e deixei rolar. Não que eu ache 4 merrecas uma fortuna, mas hoje não ganho nem isto.

É bem mais fácil estar praticamente todo dia estudando para provas a fim de fazer MBA no exterior quando vc não tem patrão, nem família para sustentar, nem que se preocupar em como pagar o curso e as despesa de viver nos EUA. Ele vai fazer MBA (Média de US$ 30K por ano fora despesas, sem bolsa pois é produto de venda das UNIs americanas e européias). Eu pretendo fazer doutorado (que sempre tem bolsa pois é pesquisa acadêmica que poucos querem fazer) com muito menos vagas e a preocupação de saber como isto vai influenciar na cachola da minha esposa.

Fazer o que né? Quem nasce duro, tem que ralar para comer farofa!

(Re)Começo

Pois é, apesar da chuva diluviana de Blogs, você acaba de ver mais um. Para que serve? Para nada talvez... mas espero desopilar o (meu) fígado malhando (quase) todo mundo a três por quatro neste espaço!

Viver o Brasil é isso aí. Uma cultura simpática fake para inglês ver, uma natureza que se limita a mar pois se tentarmos vender floresta os gringos vão se deparar com o lixão que a gente mesmo cria e um bando de gente que, para compensar, pensa como é ruim viver naqueles países histéricos e loucos como os EUA e outros que, por mais doidos que sejam, subsidiam e mantém alguma qualidade de vida para a sua plebe.

Aqui acordo para ver o que vai me assombrar no dia pois do jeito que está ficando...

Vou postar algumas coisas e, se você gostar, pode participar!

Até mais!